Grupo Galvão assina contrato de concessão da BR-153

Trajeto contempla 23 municípios, e vai de Anápolis (GO) a Aliança do Tocantins (TO)

Escoamento da Safra ainda perde R$ 3,5 bilhões ao ano por falta de infraestrutura
Rodovia dos Imigrantes (SP-160) recebe 5ª e 6ª faixa sentido capital
Petrobras assina convênio para construção de estrutura de transporte no Comperj

br-153-rodovia

O Grupo Galvão assinou no dia 12/9 o contrato da concessão da rodovia BR-153. O trajeto em questão, arrematado em leilão ocorrido em maio, contempla 23 municípios, indo de Anápolis (GO) a Aliança do Tocantins (TO).

Serão investidos R$ 4,2 bilhões nos trinta anos da concessão, aproximadamente R$ 3 bilhões estão previstos para os próximos cinco anos. A cobrança dos pedágios deve ter inicio em novembro de 2015, e ovalor será de R$ 4,98 a cada 100 quilômetros.

Segundo a administração da concessionária, em seis meses estarão disponíveis os sistemas de atendimento aos usuários. A operação, em conjunto com as obras de melhoria, criará mais de três mil empregos diretos e indiretos nos 624 quilômetros de rodovia.

Todo o trecho concedido será duplicado nos próximos cinco anos, contados a partir da data de assunção da rodovia.

O trecho entre Anápolis e Porangatu (GO) já dispõe de uma licença ambiental prévia e em breve obterá a licença de instalação, ambas concedidas pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Entre Porangatu e Aliança do Tocantins os estudos já estão em andamento.

Em um primeiro momento, a empresa fará a recuperação do pavimento, recomposição da sinalização horizontal e vertical, conservação de rotina na faixa de domínio, recuperação das obras de drenagem e a construção das bases de serviços operacionais.

COMMENTS