Ford lança novos caminhões F-350 e F-4000

Ford lança novos caminhões F-350 e F-4000

Nova Série F da montadora retorna ao mercado após projeto de aproximadamente US$ 70 milhões

Metro-Shacman passa a ser associada à ANFAVEA
Banco do Brasil lança cartão-frete
Petrobras divulga lista de postos BR com Arla32 e S50

ford-serie-f

A montadora Ford apresentou em Bragança Paulista (SP), nesta sexta-feira (22/8), os novos caminhões F-350 e F-4000 nas versões 4×2 e 4×4, com motor Euro 5.

Voltado para os segmentos de veículos comerciais semileves e leves, os veículos compõem a Nova Série F, que retorna ao mercado após investimentos de US$ 70 milhões no projeto geral.

Os F-350 e F-4000 serão produzidos na fábrica de São Bernardo do Campo (SP) e atenderá, além do mercado brasileiro, a demanda da Argentina, exclusivamente com a versão F-4000.

A capacidade de carga e no sistema de rodas traseiras são as principais diferenças entre o F-350 e o F-4000. O F-350 tem o chamado rodado simples, com duas rodas traseiras, enquanto o F-4000 tem rodado duplo, quatro rodas traseiras. O modelo F-4000 apresenta duas versões, com tração 4×2 e 4×4.

As unidades vêm equipadas com o motor 2.8 Euro 5 da Cummins, de 150 cv, e uma nova transmissão de cinco velocidades da Eaton que, segundo a montadora, amplia em mais de 11% o torque nas rodas. O conjunto é cerca de 6% mais econômico no consumo de diesel, conta com tecnologia SCR para redução de emissões, além de um nível reduzido de ruído e vibrações na cabine.

O F-350 tem peso bruto total de 4.500 kg e capacidade de carga útil de 2.128 kg. O F-4000 conta com peso bruto total de 6.800 kg e capacidade de carga útil de 3.949 kg. Já o F-4000 4×4 tem peso bruto total de 6.800 kg e capacidade de carga útil de 3.810 kg.

O projeto da Nova Série F foi liderado pela engenharia da Ford Brasil e envolveu mais de 700 mil quilômetros de testes no Campo de Provas da Ford em Tatuí (SP).

O preço do F-350 é R$ 101.290, enquanto o F-4000 sai por R$ 117.290 e o F-4000 4×4 custa R$ 133.290. Os modelos são habilitados ao financiamento pelo Finame e também contam com a opção de um grupo especial do Consórcio Nacional Ford para aquisição em até 100 meses.

COMMENTS