Câmara analisa projeto que propõe ecodutos para passagem de animais em rodovias e ferrovias

Pontes ou túneis construídos com vegetação e terra simula o ambiente da região e permite que animais transitem com liberdade e segurança

Comissão rejeita projeto que facilita registro de transportadoras
Empresas poderão estabelecer escalas de empregados em sobreaviso
Projeto de Lei propõe isenção da Cide nos derivados de petróleo para o transporte de cargas

ecoduto-rodovia-lei

Vem sendo analisada pela Câmara dos Deputados a proposta (PL 7780/14), do deputado Gustavo Petta (PCdoB-SP), que torna obrigatória a construção de ecodutos em todas as rodovias e ferrovias do Brasil para uso exclusivo de animais. O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Viação e Transportes; de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Os ecodutos são pontes ou túneis construídos com vegetação e terra, de forma a simular o ambiente da região e permitir que animais possam transitar com liberdade e segurança.

O projeto determina que os ecodutos devam ser construídos em até três anos e com recursos do Orçamento da União. Para as obras de novas rodovias e ferrovias, a implantação de ecodutos deverá estar prevista nos estudos de viabilidade técnica e de impacto ambiental. As características da fauna e as peculiaridades topográficas da região determinarão se o ecoduto será subterrâneo ou aéreo.

“Tem sido noticiado, com certa frequência, a morte por atropelamento de diversos animais nas rodovias visto que elas, muitas vezes, acabam interceptando fisicamente um corredor ecológico natural”, aponta Gustavo Petta. “Imprescindível, portanto, que se analisem as barreiras físicas existentes em áreas de trânsito da fauna, de forma a se prever a construção de estruturas que propiciem a segurança na travessia da fauna”, comenta o parlamentar.

COMMENTS