Negociação fracassa e CET SP ameaça entrar em greve

Proposta apresentada pela direção da agência foi classificada como “indecente” pelo sindicato da categoria, que já programa assembleia para discutir detalhes da paralisação geral

Agentes da CET de SP faltam ao trabalho para doar sangue por melhores salários
História da CET é tema de mostra fotográfica em SP
CET passa a multar táxis que circularem em corredores de ônibus em São Paulo

O SindViários, Sindicato que representa os trabalhadores da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo) divulgou um comunicado oficial, relatando o descontentamento da categoria com a proposta de reajuste salarial apresentada pela Agência.

A proposta de aumento de 4,5% nos vencimentos foi classificada como ‘indecente’ pelos agentes, que devem se reunir no próximo dia 27 de agosto para organizar os detalhes de uma greve geral da categoria no Estado, que deve ocorrer no dia 04 de setembro.

No dia 10 de agosto, os agentes realizaram uma doação coletiva de sangue, e consequentemente não assumiram seus postos neste dia, com o objetivo de reabrir as negociações e chegar a um consenso para evitar a greve.

A CET informou por meio de nota que os agentes de trânsito receberam nos últimos sete anos, reajustes superiores à inflação do período.

COMMENTS