Paraná passa por racionamento de diesel devido à safra

Petrobrás comunicou que fará uma entrega de 40 milhões de litros do combustível para reforçar a distribuição

Obras de duplicação da Serra do Cafezal começam em 90 dias
Novas concessões de rodovias terão pedágios de até R$ 6,40
BR-116 na Bahia tem o diesel mais barato do País

O fornecimento de óleo diesel aos postos do Estado do Paraná deve seguir racionado até que a Petrobras faça a entrega de uma remessa de reforço de 40 milhôes de litros  do produto para a região de Paranaguá, prometida para os próximos dias.

Desde a semana passada, os postos paranaenses estão com os estoques do produto em níveis abaixo do necessário, em função da entrega de apenas metade dos pedidos. De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis (Sindicombustíveis), em Curitiba, o fornecimento é de apenas 70% do necessário para atender a demanda.

Em nota, a Petrobras creditou o racionamento ao aumento da demanda em virtude da boa safra. “A demanda do produto está aquecida na região em decorrência do bom desempenho da safra. Nesse cenário de demanda aquecida, as distribuidoras exercem papel relevante, administrando os estoques e a logística de distribuição na região.” A empresa finaliza informando que espera fechar o mês de agosto com vendas 6% superiores ao período de 2011.

“O abastecimento não está normal. Quando vou buscar o diesel, encontro muitos compradores de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul e há uma maior demora no abastecimento dos caminhões”, afirma o gerente da rede de postos Dois irmãos, Arci do Vale.

No final de semana, os postos da BR-116 estavam com os níveis de estoque bastante críticos e as entregas aquém da demanda.

Apesar das queixas, a Petrobras, informou que as entregas de diesel no Paraná estão de acordo com os volumes contratados pelas distribuidoras para o mês de agosto e que espera atingir novo recorde de vendas na região.

COMMENTS