Ford cria laboratório de desenvolvimento para veículos híbridos e elétricos

Montadora vai investir US$ 135 milhões no design, engenharia e manufatura de elementos-chaves de seus veículos híbridos elétricos da nova geração e pretende lançar 5 modelos elétricos até 2013

Suspensys lança nova gama de suspensões para aplicações de veículos comerciais
Mudanças no Código de Trânsito intensificam punição a infratores a partir de novembro
Mercedes-Benz inicia construção de unidade fabril em Iracemápolis (SP)

A Ford criou um laboratório de pesquisa, na cidade de Dearborn, Estados Unidos, exclusivamente para o desenvolvimento de veículos híbridos e elétricos, além de matrizes energéticas alternativas e renováveis.

O prédio de 26.500 m2, antes conhecido como Centro de Engenharia Avançada, foi renomeado para Centro Avançado de Eletrificação Ford, abrigando a maioria dos 1.000 engenheiros que hoje trabalham nesses programas.

Esse time quase triplicou de tamanho nos últimos anos, reunindo engenheiros de talento e inovadores com experiência em diversas áreas. Muitos deles trabalharam na indústria aeroespacial, com jatos, foguetes, mísseis, satélites e aviões não tripulados.

A Ford está investindo US$135 milhões no design, engenharia e manufatura de elementos-chaves de seus veículos híbridos elétricos de nova geração, incluindo sistemas avançados de bateria, que começam a ser produzidos este ano.

A capacidade de teste de baterias, por exemplo, vai dobrar até 2013, com um total de 160 canais de testes individuais. O investimento inclui a aquisição de máquinas altamente especializadas capazes de testar e simular o comportamento térmico e durabilidade da bateria sob todas as condições de carga, temperatura e uso.

A Ford está reduzindo o custo de seus veículos híbridos atuais em até 30% em comparação com a geração anterior. Este ano, vai completar o lançamento de cinco veículos elétricos, como parte da sua estratégia de triplicar a capacidade de produção nesse segmento até 2013.

COMMENTS