Projeto autoriza uso de biodiesel puro como combustível

Uso do biodiesel puro pode diminuir em até 80% as emissões de gás carbônico e poluentes particulados em relação ao óleo diesel comum, além de fomentar o mercado de combustíveis renováveis

Leilão de biodiesel movimenta R$ 992 milhões
Petrobras investe em produção de Biodiesel no Pará
Cummins realiza testes que aprovam uso de biodiesel B20 em seus motores

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 3029/11, que permite o uso de biodiesel puro como combustível automotivo em veículos de passeio e de carga com até três toneladas. Atualmente a solução é adicionada ao diesel comum, em proporções que variam de 2% a 10%.

O autor do projeto, o Deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), argumenta que, “em um momento em que todo o mundo discute alternativas para conter a emissão dos gases de efeito estufa, cabe ao Brasil, uma vez mais, oferecer sua contribuição para a solução do problema”.

Segundo Ribeiro, a alteração irá gerar uma redução de até 80% na emissão de gás carbônico e poluentes particulados em relação aos veículos movidos exclusivamente a óleo diesel.

Além disso, o deputado salienta o impulso que a medida significaria para a produção de variedades de vegetais usados como matéria-prima para o biodiesel.

O projeto terá análise conclusiva das comissões de Minas e Energia e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

COMMENTS