VW atinge marca de sete milhões de motores produzidos em São Carlos (SP)

Fábrica paulista da Volkswagen ganhou nova usinagem, com investimentos de R$ 90 milhões, que vai elevar capacidade de produção de 3.300 para 3.800 motores por dia

Pedágio da SP-360, em Jundiaí (SP), entrou em operação nesta segunda-feira
Preço do pedágio da MG-050 aumentará 7,31%
Veículo híbrido poderá ser incluído no Inovar-Auto

A Volkswagen do Brasil comemora a produção de sete milhões de motores em sua unidade fabril de São Carlos, no interior paulista. A marca foi anunciada junto com a notícia da inauguração da nova usinagem da fábrica, que teve investimentos de R$ 90 milhões para aumentar a capacidade de produção para 3.800 motores por dia.

“A Volkswagen está há 59 anos no Brasil e tem um compromisso de longo prazo com o desenvolvimento do País. Estamos investindo em São Carlos de olho no futuro, nos preparando para tornar a operação brasileira um mercado ainda mais forte para o Grupo Volkswagen no mundo”, diz o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall.

A ampliação da fábrica de São Carlos vai atender a demanda da produção de automóveis e comerciais leves da marca em São Bernardo do Campo (SP), Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR), além da fábrica de Pacheco, na Argentina.

A nova usinagem da Volkwagen de São Carlos traz tecnologia moderna, com o sistema denominado MQL, que utiliza a mínima quantidade de lubrificante no processo, com redução do uso de óleo, trazendo ganhos ambientais e de eficiência e será responsável pela usinagem de blocos para a montagem dos motores da família EA-111, já produzidos na unidade.

Atualmente, a fábrica produz em média 70 mil motores por mês em 46 modelos diferentes, de 1.0, 1.4 e 1.6 litro, os quais equipam os modelos Novo Gol, Fox, Voyage, Crossfox, Saveiro, Polo, Polo Sedan, Kombi, Parati, Gol G4 e Golf. A unidade trabalha em onze linhas entre usinagem e montagem de motor, com alto nível tecnológico, contendo 11 robôs e 77 estações automáticas.

Para o mercado brasileiro, 100% dos motores recebem a tecnologia bicombustível Total Flex. Para o mercado externo são produzidos motores a gasolina que são montados nos veículos para exportação e também são exportados motores parciais para a Argentina.

“A região de São Carlos é importante estrategicamente para a Volkswagen, por abrigar a terceira maior fábrica de motores do Grupo. O investimento na unidade de São Carlos está alinhado ao crescimento da Volkswagen no Brasil e irá contribuir para o grupo atingir as metas globais de conquistar a liderança mundial no mercado de automóveis”, diz Andreas Hemman, diretor da fábrica da Volkswagen em São Carlos.

COMMENTS