Agrale desenvolve primeiro chassi 4×4 para miniônibus do País

Projeto realizado em parceria com a Volare criou veículo voltado para o transporte de estudantes da zona rural

Agrale comemora dois aniversários em 2012
Brasil já emplacou 46.867 caminhões em 2019
Agrale começa a entregar frota de 161 ônibus urbanos para empresa da Colômbia

A Agrale desenvolveu um sistema de tração nas quatro rodas do mercado brasileiro para miniônibus. De acordo com a companhia, esse é o primeiro com essas características do País. Lançado em fevereiro deste ano, o chassi com encarroçamento Volare Escolarbus 4X4, foi concebido para trafegar em locais de difícil acesso onde um veículo com tração convencional não tem condições de ser utilizado.

O projeto, desenvolvido em conjunto com a Volare, teve como foco o atendimento da demanda do programa Caminho da Escola para o transporte de estudantes na zona rural. O chassi tem ângulos de entrada e saída maiores, distribuição de peso diferenciada para melhorar a transmissão de força, e proteções especiais para o cárter do motor e para o tanque de combustível.

“Foi um trabalho no qual utilizamos a nossa experiência na fabricação de utilitários militares 4×4 para conceber esse novo projeto. O resultado foi um modelo com sistema de tração muito robusto e que pode trafegar com segurança e tranquilidade por locais sem pavimentação, de difícil acesso e até alagados”, explica Pedro Soares, diretor técnico da Agrale.

Equipado com motor MWM com potência de 110 cavalos e torque de 380 Nm, o projeto recebeu eixo dianteiro tracionado e sistema de transmissão com a opção de utilização 4X2 (somente tração nas rodas traseiras), 4X4 (tração nas rodas dianteiras e traseiras) e 4X4 com reduzida, que multiplica o torque em baixas rotações nos dois eixos para facilitar a locomoção em percursos difíceis. As suspensões dianteira e traseira também foram recalibradas, para aumentar o vão livre em relação ao solo, sem comprometer o acesso dos estudantes.

COMMENTS