SEST SENAT oferece atendimento psicológico gratuito a trabalhadores do setor

Serviço tem como objetivo principal tratar a dependência química entre caminhoneiros já está disponível aos usuários da unidade Parque Novo Mundo, em São Paulo

DNIT homologa 11 lotes da licitação para a instalação de equipamentos de controle de velocidade
Lei do Motorista está em vigor. Autônomos ameaçam paralisação
Veículos longos estão proibidos de trafegar em rodovias federais no feriado Corpus Christi

O SEST SENAT está implementando atendimento psicológico em suas unidades este ano. O serviço é gratuito para trabalhadores do setor de transportes que comprovarem vínculo empregatício, ou, no caso dos trabalhadores autônomos, o RPA (Recibo de Pagamento a Autônomo). Para a comunidade em geral, este serviço também é oferecido, mas terá um custo.

O objetivo principal é alterar o quadro detectado pelo Ministério do Trabalho e Emprego que revelou um aumento do consumo de drogas e estimulantes entre caminhoneiros.

A psicóloga da unidade Parque Novo Mundo/SP, Carina Lordelo Dietrich, explica que a pressão por produtividade faz com que o motorista precise estar alerta por mais tempo do que o normal, o que leva alguns deles a fazerem uso de rebites (drogas derivadas de anfetaminas que estimulam o sistema nervoso).

“Normalmente são ingeridos com bebidas alcoólicas para potencializar seus efeitos. Além do uso de rebites, houve também um  aumento do consumo de cocaína entre trabalhadores do setor”, explica.

A especialista lembra que o atendimento não é restrito apenas a dependentes químicos. Todos os trabalhadores que apresentarem algum tipo de desconforto ou sofrimento psíquico podem recorrer ao serviço.

O atendimento psicológico está em fase de implantação em praticamente todas as unidades do SEST SENAT. No estado de São Paulo, já estão em funcionamento as unidades de atendimento no Parque Novo Mundo e Vila Jaguará/SP; Santo André e São Vicente.

COMMENTS