Mercosul analisa proposta de implementação de placa única para veículos

Projeto será discutido na cúpula semestral do Bloco, marcada para os dias 16 e 17 de dezembro em Foz do Iguaçu

Scania aprimora logística de suprimentos e prevê economia de 5% ao ano
MAN amplia participação no Exército Brasileiro com mais de 600 caminhões militarizados
Restrição à circulação de caminhões em Porto Alegre (RS) deve abranger três bairros

Veículos do bloco Mercosul – Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai – poderão ganhar placa única dentro de dois anos. O projeto já foi aprovado em nível técnico e será submetido à consideração dos quatro chefes de Estado na cúpula semestral da união, marcada para os dias 16 e 17 de dezembro em Foz do Iguaçu.

“Queremos que as pessoas se sintam cidadãs de seu país, mas também do Mercosul, como na União Europeia”, declarou o embaixador Antonio Simões, subsecretário-geral de América do Sul do Ministério das Relações Exteriores, em entrevista coletiva.

O diplomata ainda ressaltou que, primeiramente, as placas deverão ser utilizadas em caminhões, depois em ônibus e em carros de turismo.

COMMENTS