BNDES aprova financiamento de R$ 2,6 bi na compra de sete navios-tanque da Transpetro

A Transpetro encomendou sete novos navios-tanque ao Estaleiro Atlântico Sul. Para realizar a compra, o BNDES liberou o crédito de R$ 2,6 bilhões à transportadora. Para a construção dos navios, foi liberado ao Estaleiro o crédito de 1,3 bilhão

BNDES anuncia alterações no PSI e Procaminhoneiro
Projeto que recupera rodovias no Sul é o primeiro beneficiado com redução de taxas do BNDES
Prazo para pedir financiamento do Procaminhoneiro termina em 10 de dezembro

Pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, o BNDES (o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) aprovou o financiamento de R$ 2,6 bilhões para a Transpetro (Petrobras Transporte S.A.) na compra de sete navios-tanque, quatro Suezmax e três Aframax, do Estaleiro Atlântico Sul (PE). Esse valor sairá do Fundo da Marinha Mercante (FMM) e responderá a 90% do investimento, desde a conclusão, até a entrega dos navios. Para que os sete navios pudessem ser produzidos, o BNDES teve que aprovar o crédito de R$ 1,3 bilhão ao Estaleiro.

Os dois tipos de navios encomendados têm como função o transporte de óleo cru e derivados. O Suezmax possui o porte bruto de 153 mil toneladas – propício para passar pelo canal de Suez. Já o Aframax, tem porte bruto de 107,5 mil toneladas, o que permite que opere nos portos comerciais. Hoje, o Estaleiro Atlântico Sul possui 14 navios-tanque do tipo Suemax e oito do tipo Aframax.

Este é o primeiro financiamento da segunda etapa do Promef II (Programa de Modernização e Expansão da Frota) da Transpetro, que tem prevista a construção de 26 navios-tanque no total. No Promef I, o BNDES realizou a licitação de 23 navios. Esse projeto deve criar cerca de 4 mil empregos durante o período de construção dos novos navios.

Por: Nayra Brighi – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS