ANAC lança espaço para passageiros avaliarem os aeroportos

Espaço Passageiro permite que o cliente avalie as empresas aéreas e os serviços oferecidos pelos aeroportos. Com notas de 1 a 10, o passageiro poderá fazer a avaliação se cadastrando no site da ANAC

Em 2010, GRU não poderá receber mais voos
Webjet cria gabarito para mostrar se mala deve ser despachada
TAM deve testar bioquerosene em outubro

A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) lançou ontem, em seu Espaço Passageiro, na internet, um ranking de 130 aeroportos públicos para que os passageiros possam dar notas de 1 a 10, sistema de avaliação que já existia para as companhias aéreas que operam no Brasil. Para avaliar os serviços dos aeroportos e das companhias, os interessados devem se cadastrar no site da ANAC, no Espaço Passageiro.

“As avaliações na internet deverão servir como referência aos demais passageiros sobre a prestação de serviços dos aeroportos, como já ocorre com as companhias aéreas. Os próprios passageiros vão apontar os aeroportos que melhor atendem suas necessidades”, explica a diretora presidente da ANAC, Solange Paiva Vieira.

Com esse serviço, o cliente pode avaliar os quesitos desde Estacionamento e Lojas de conveniência, passando pelo atendimento às necessidades especiais, como conforto antes e durante o voo, até os serviços públicos no terminal, como Polícia Civil, Posto Médico, etc.

Os rankings são divididos em aeroportos de grande porte e de pequeno porte. São 16 quesitos disponíveis para avaliação, sendo que o mínimo que um aeroporto de grande porte precisa para entrar para o ranking são 100 avaliações, em pelo menos quatro quesitos. Já os de pequeno porte precisam de 25 avaliações, também em quatro quesitos.

Para os passageiros poderem avaliar tanto os aeroportos quanto as companhias aéreas, é necessário apenas um único cadastro no site, tendo possibilidade de alterar a nota já dada. Os dados necessários para o cadastro são: Login, senha, nome completo e CPF.

Para mais informações e realização do cadastro acesse www.anac.gov.br/passageiro

Por Nayra Brighi – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS