Anel Rodoviário: obras começam em abril (MS)

Anúncio foi feito pelo governador do Mato Grosso do Sul André Puccinelli, dois dias após o prefeito Ari Artuzi apresentar o traçado definitivo da rodovia

Senado aprova projeto de lei que prorroga concessões no transporte rodoviário
STJ nega recurso da Econorte e mantém fechada praça de pedágio em Jacarezinho
Brito assina dragagem para Porto de Santos

As obras do Anel Rodoviário de Dourados, um dos projetos mais aguardados pela população, devem ser iniciadas já na primeira semana de abril, anunciou o governador André Puccinelli (PMDB) durante visita ao município, no sábado. Acompanhado do prefeito Ari Artuzi e de diversas lideranças políticas de Mato Grosso do Sul, o governador cumpriu uma série de compromissos em Dourados. Ele disse que a obra já foi licitada e que a ordem de serviço deve ser assinada no próximo mês.

O anúncio do início da execução do projeto foi feito dois dias depois de a prefeitura ter apresentado o traçado definitivo do Anel Rodoviário, com a conclusão dos processos de desapropriação das áreas particulares por onde vai passar a rodovia. Considerada a obra mais importante para Dourados, o Anel vai desviar o tráfego pesado de caminhões e carretas do perímetro urbano, o que consequentemente irá garantir a manutenção da malha asfáltica por mais tempo, além de reduzir sensivelmente o índice de acidentes.

Para que o projeto reivindicado há anos pela comunidade douradense fosse viabilizado, o prefeito Ari Artuzi buscou o apoio do governo do Estado, que assegurou a execução da obra desde que o município se responsabilizasse em fazer as desapropriações.

O prefeito disse ao governador que Dourados cumpriu direito a sua lição e que agora caberia ao Estado construir a obra que a população apontou como prioridade.

Puccinelli respondeu às declarações de Artuzi confirmando a execução do projeto. “Concluímos a licitação, já temos a empresa vencedora do processo licitatório. Na primeira semana agora de abril vamos assinar a ordem de serviço para dar início à obra”, afirmou o governador.

Como um dos maiores incentivadores do projeto do Anel Rodoviário, o prefeito Ari Artuzi ficou feliz pelo fato de o governo do Estado ter atendido a reivindicação da população de Dourados e por ter ajudado a administração municipal a concretizar esse importante projeto para a cidade.

“Esse não era apenas um desejo meu, mas de todo o povo de Dourados que sabe a importância que uma obra como essa representa para nossa cidade. As carretas e os caminhões não vão mais circular dentro da cidade. Não vamos mais precisar ficar gastando tanto com recapeamento. O asfalto vai durar mais. Mas disso tudo o que mais importa é que vamos salvar vidas”, afirmou Artuzi.

Compromissos
A agenda do governador em Dourados cumpriu diversos compromissos, boa parte deles resultado de parceria com a prefeitura. Na aldeia Bororó, por exemplo, Andre Puccinelli e Ari Artuzi coordenaram a solenidade de entrega das chaves de 50 casas populares subsidiadas pelo governo do Estado. Também foi feita a entrega de 1.298 cestas de alimentos, adquiridas com recursos estaduais e entregues às famílias indígenas.

Puccinelli aproveitou para garantir aos índios, que vai ajudar a prefeitura a melhorar as condições das estradas das aldeias Bororó e Jaguapiru. As obras de patrolamento e cascalhamento já tinham sido iniciadas em 2009 por determinação do prefeito Ari Artuzi, mas precisaram ser suspensas pelo município, por determinação do Ministério Público Federal (MPF) e intervenção da Funai.

A comunidade indígena chegou a se manifestar a favor da administração municipal, já que as obras eram em benefício de inúmeras famílias que sofrem com as más condições de tráfego da Reserva de Dourados, mas a Funai não atendeu ao pedido dos índios.

Da aldeia Bororo, a comitiva do governador seguiu para o Complexo Esportivo Jorge Antônio Salomão, o Jorjão, no Jardim Água Boa, onde foram entregues os cartões de crédito do Vale Renda às mais de três mil famílias de Dourados beneficiárias do programa social do governo do Estado.

O governador, o prefeito, o vice-governador Murilo Zauith (DEM), os deputados federais Marçal Filho (PMDB), Waldemir Moka (PMDB), Geraldo Resende (PMDB), o deputado estadual Zé Teixeira (DEM) e os vereadores Julio Artuzi (PRB), Sidlei Alves (DEM), Edvaldo Moreira (PDT), Delia Razuk (PMDB), José Carlos Cimatti (PSB) e Marcelo Barros (DEM) cumpriram mais compromissos em Dourados.

As autoridades políticas participaram ainda da solenidade, na Vila Industrial, de entrega da reforma do prédio do Hemocentro Regional de Dourados e do repasse de novos veículos às cidades do interior.

A visita do governador ao município foi encerrada no CTG (Centro de Tradições Gaúchas), com a assinatura de um convênio para construção de 300 unidades habitacionais destinadas às famílias de assentamentos de várias cidades de Mato Grosso do Sul.

Link para a matéria original

COMMENTS