Setcepar alerta transportadores sobre a “gripe suína”

Sindicato paranaense lança ação de prevenção ao vírus H1N1, devido à preocupação com a doença no setor

CCR concentra esforços para novos investimentos no Brasil
Transporte coletivo e redução do gasto de energia melhoram mobilidade urbana, apontam especialistas
Aprovado parcelamento de multas de trânsito em até seis vezes

Três dos 39 mortos pela gripe A no país até 27 de julho eram caminhoneiros, segundo a Federação Nacional dos Caminhoneiros (Fenacam). Com base nesses dados e, preocupado com a circulação do vírus no setor, Fernando Klein Nunes, presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas no Paraná (Setcepar), lança uma ação de divulgação de informações sobre a prevenção da gripe H1N1, rebatizada de “gripe suína”.

A ideia é informar os transportadores sobre medidas simples de precaução contra o vírus. “O objetivo é alertar sem causar pânico”, diz o presidente, mas é preciso deixar claro os sintomas, para que os trabalhadores procurem um médico no início da infecção. “Nosso setor está muito preocupado, pois os caminhoneiros transitam pelo Brasil todo. Aqui no Paraná, por ser fronteira com países de alto risco, temos que ter ainda mais cuidado”, finaliza.

Por Bruno Martins – Transporta Brasil

Leia mais notícias sobre a gripe A:

Rápido 900 alerta colaboradores sobre a “grípe suína”

Gripe suína começa a trazer tensão ao setor de carga rodoviária

Docas e aeroportos adotam plano para conter gripe suína

COMMENTS