Federação do Comércio do Rio de Janeiro entra na Justiça contra restrições aos caminhões em Nova Iguaçu

Dirigentes consideram que fretes terão aumento de pelo menos 7,1% por causa da medida do prefeito Lindberg Farias. Proibição começa em 19 de junho

Fiat receberá R$ 649,9 milhões do BNDES para ampliar produção e reestilizar veículos
Curso do SEST/SENAT para motorista de carga indivisível tem baixa adesão
Governo Federal expande número de rodovias no Programa Nacional de Desestatização

A medida de restringir o tráfego de caminhões durante o horário entre 5h e 10h da manhã no trecho da Rodovia Presidente Dutra que atravessa o município fluminense de Nova Iguaçu provocou a reação da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio).

De acordo com notícia publicada no jornal O Globo, a entidade entrou com uma ação na Justiça contra do decreto do prefeito Lindberg Farias. De acordo com dirigentes da Federação, a medida provocará um aumento nos fretes de pelo menos 7,1% e considera a restrição uma decisão inconstitucional.

A restrição de horário entra em vigor no dia 19 de junho, após o prazo dado pela prefeitura de Nova Iguaçu para que as empresas se adaptem aos novos horários. O prefeito da cidade, Lindberg Farias, concedeu entrevista ao Portal Transporta Brasil sobre o assunto. Leia a íntegra.

COMMENTS