Petrobras pode reduzir preço de combustíveis se petróleo mantiver cotação atual

se a cotação do barril de petróleo no mercado internacional continuar no patamar atual, girando em torno de US$ 30, a empresa poderá reduzir o preço dos combustíveis no mercado interno, disse o diretor de Abastecimento da Petrobrás

United Airlines inicia testes para economizar petróleo
Transportadoras de MT reclamam
Novidade na OCEANAIR Express

O diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse hoje (21) que, se a cotação do barril de petróleo no mercado internacional continuar no patamar atual, girando em torno de US$ 30, a empresa poderá reduzir o preço dos combustíveis no mercado interno.

Costa ressaltou, no entanto, que “o momento ainda não chegou”, já que a estatal considera os acontecimentos no longo prazo para tomar decisões sobre reajustes.

“A Petrobras trabalha com horizonte de longo prazo e não passa para o mercado volatilidade. Na hipótese de o petróleo estacionar na faixa de US$ 30, vamos fazer uma reavaliação”, admitiu o diretor da empresa.

Segundo ele, a empresa adotou essa postura em meados do ano passado, quando a cotação de petróleo no mercado internacional sofreu movimento inverso, atingindo US$ 140.

Paulo Roberto Costa participou, na manhã de hoje (21), da inauguração do Centro de Integração do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

Link para a matéria

COMMENTS