Transporte de cargas tem queda de 10%

O volume movimentado teve queda de cerca de 10% em novembro ante o mês anterior

Propostas para o trânsito ignoram frota
Pirelli se manifesta sobre férias coletivas
Exportações de milho em janeiro são recorde com alta de 166,8%

A crise global já é sentida no setor de transporte de cargas do país, afirmou ontem o diretor-executivo da CNT (Confederação Nacional dos Transportes), Bruno Batista. Segundo ele, o volume movimentado teve queda de cerca de 10% em novembro ante o mês anterior. O número, diz o executivo, é resultado de uma análise feita com grandes transportadores, sobretudo da região sudeste, onde se concentram as principais empresas do ramo.

Batista disse que, neste período do ano, o volume geralmente aumenta de 10% a 15%, em virtude da necessidade de abastecer estoques no Natal. Segundo ele, a expectativa é de uma queda mais acentuada no volume de negócios nos próximos meses.

COMMENTS