Sem crise na aviação executiva, Embraer recebe 12 encomendas

Pedidos para 2013 - O valor total do negócio é de US$ 134,6 milhões, com base nas condições econômicas de janeiro de 2008. Esta encomenda já está incluída na carteira de pedidos firmes e o início das entregas está previsto para 2013

Petrobras e governo do Maranhão vão construir Refinaria Premium 1
Volvo tem prejuízo no 2.º trimestre
Gol projeta crescer 8,5% este ano e 6% em 2009

A crise mundial está distante da aviação executiva da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), particularmente para o mercado do Oriente Médio. Foram vendidos no último fim de semana 12 aparelhos da família Legacy para três companhias da região, num montante de US$ 208 milhões. A novidade foi a aquisição dos recém-lançados jatos Legacy 450 e 500. Até o momento nenhuma venda da aviação executiva foi remanejada ou cancelada pelos compradores.

A Embraer assinou um contrato com a Al Jaber Aviation (AJA), subsidiária do Grupo Al Jaber, de Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, para a venda de quatro jatos Legacy 450 e quatro Legacy 500.

Pedidos para 2013 – O valor total do negócio é de US$ 134,6 milhões, com base nas condições econômicas de janeiro de 2008. Esta encomenda já está incluída na carteira de pedidos firmes e o início das entregas está previsto para 2013.

Este é o segundo contrato assinado entre a Embraer e a Al Jaber Aviation. No ano passado, durante o Dubai Air Show 2007, a Embraer anunciou a venda de 5 jatos Lineage 1000 e 2 Legacy 600, com opções para outros dois Lineage 1000 e um Legacy 600. A empresa começará a operá-los no início de 2009, ao receber o primeiro Legacy 600.

Outro contrato de venda envolveu dois jatos Legacy 500 para a Asaig Aviation, uma operadora de vôos fretados do Kuwait e subsidiária do Grupo Al-Shalfan International. O negócio foi na ordem de US$ 36,8 milhões.

A primeira entrega está prevista para o quarto trimestre de 2013. Esta encomenda já está incluída na carteira de pedidos firmes da Embraer. O pedido original da Asaig Aviation previa dois jatos Phenom e foi expandido para mais dois Legacy 500. A Asaig pretende utilizar um Legacy 500 em vôos fretados e o segundo aparelho atenderá as necessidades dos executivos do Grupo Al-Shalfan International.

Mais jatos na frota – Com esse novo negócio, a Asaig Aviation e suas subsidiárias passam a ter uma frota de 10 aeronaves executivas da Embraer. Ela é composta por seis Phenom 100, dois Phenom 300 e dois Legacy 500. A empresa receberá o primeiro jato Phenom em dezembro de 2009.

A terceira contratação foi fechada com a Falcon Aviation Services (FAS), com sede em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. A empresa comprou dois jatos Legacy 500. Com isto, mais US$ 36,8 milhões foram para a receita da empresa brasileira. As entregas estão previstas para terem início no segundo trimestre de 2014.

COMMENTS