Via Dutra terá novos radares fixos a partir de 1º de dezembro

Confira os pontos em que os radares ficarão localizados e as velocidades máximas permitidas para cada tipo de veículo

ANTT apresenta normas de transporte rodoviário internacional para o período da Copa do Mundo
Arxo amplia participação no Brasil e exterior com novas unidades
Portos: Rio Grande (RS) necessita obras de infra-estrutura para crescer

A NovaDutra, concessionária que administra a rodovia Presidente Dutra, começará a operar um novo sistema de radares fixos para fiscalização eletrônica de velocidade na via a partir do dia 1º de dezembro. Confira abaixo os pontos em que os radares ficarão localizados e as velocidades máximas permitidas para cada tipo de veículo:

No trecho Paulista

Km 226,0 – Pista Marginal SP-Rio (Guarulhos) – velocidade máxima de 90 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motos;

Km 224,3 – Pista Expressa SP-Rio (Guarulhos) – velocidade máxima de 110 km/h para autos, utilitários e motos e 90 km/h para caminhões e ônibus; Km 224,3 – Pista Expressa Rio-SP (Guarulhos) – velocidade máxima de 110 km/h para autos, utilitários e motos e 90 km/h para caminhões e ônibus;

Km 224,3 – Pista Marginal Rio-SP (Guarulhos) – velocidade máxima de 90 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motos;

Km 219,6 – Pista Marginal SP-Rio (Guarulhos) – velocidade máxima de 90 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motos;

Km 192,8 – Pista SP-Rio (Arujá) – velocidade máxima de 110 km/h para autos, utilitários e motos e 90 km/h para caminhões e ônibus;

Km 146,8 – Pista SP-Rio (São José dos Campos) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus;

Km 143,5 – Pista Rio-SP (São José dos Campos) – velocidade máxima de 110 km/h para autos, utilitários e motos e 90 km/h para caminhões e ônibus;

Km 130,5 – Pista Rio-SP (Caçapava) – velocidade máxima de 110 km/h para autos, utilitários e motos e 90 km/h para caminhões e ônibus;

Km 22,3 – Pista SP-Rio (Lavrinhas) – velocidade máxima de 80 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motos.

No trecho Fluminense

Km 228,1 – Pista Rio-SP (Piraí) – velocidade máxima de 80 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motocicletas;

Km 227,1- Pista SP-Rio (Serra das Araras) – velocidade máxima de 40 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motos;

Km 224,9 – Pista SP-Rio (Serra das Araras) – velocidade máxima de 40 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motos;

Km 222,8 – Pista SP-Rio (Serra das Araras) – velocidade máxima de 40 km/h para autos, caminhões, ônibus,utilitários e motos;

Km 220,8 – Pista SP-Rio (Serra das Araras) – velocidade máxima de 40 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motos;

Km 219,8 – Pista Rio-SP (Serra das Araras) – velocidade máxima de 80 km/h para autos, caminhões, ônibus, utilitários e motos;

Km 185,0 – Pista SP-Rio (Nova Iguaçu) – velocidade máxima de 110 km/h para autos, utilitários e motos e 90 km/h para caminhões e ônibus;

Km 185,0 – Pista Rio-SP (Nova Iguaçu) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus;

Km 179,6 – Pista Rio-SP (Nova Iguaçu) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus;

Km 179,6 – Pista SP-Rio (Nova Iguaçu) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus;

Km 176,2 – Pista Expressa SP-Rio (Nova Iguaçu) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus;

Km 174,5 – Pista Rio-SP (Belford Roxo) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus;

Km 174,5 – Pista SP-Rio (Belford Roxo) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus;

Km 165,4 – Pista Expressa SP-RIO (Pavuna) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus;

Km 165,4 – Pista Expressa Rio-SP (Pavuna) – velocidade máxima de 100 km/h para autos, utilitários e motos e 80 km/h para caminhões e ônibus.

A implantação de radares fixos tem como origem um estudo técnico realizado pela NovaDutra e aprovado pela ANTT, atendendo à legislação vigente. O projeto integra um conjunto de obras e serviços a serem implementados em 2008 e definidos em conjunto entre a NovaDutra e a ANTT, com o objetivo de oferecer maior segurança rodoviária à Dutra e coibir a prática do excesso de velocidade.

COMMENTS