Toyota do Brasil exportará Corolla para Colômbia

Toyota do Brasil exportará Corolla para Colômbia

Petrobras e Conpet oferecem consulta sobre consumo de combustível de veículos
Governo discute data que entra em vigor obrigatoriedade de airbag e ABS
Uso de extintor de incêndio em carros de passeio passa a ser facultativo

Como parte da estratégia de ampliar as exportações de seu polo industrial no Brasil, a Toyota começa em breve a embarcar o sedã Corolla fabricado em Indaiatuba (SP) para a Colômbia.

Desde que começou a ser produzido no País, em 1998, o sedã foi exportado majoritariamente para a Argentina e pequenas quantidades para Uruguai e Paraguai, os outros dois países dos quatro que formam o Mercosul. No ano passado o Corolla brasileiro chegou ao mercado peruano.

Para a Colômbia, está prevista cota de livre comércio sem aplicação de impostos, conforme acordo fechado no fim de 2017 entre Brasil e Colômbia. Já existem também negociações com o Chile.

Segundo Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil, as exportações do Corolla ao Peru giram entre 2 mil e 3 mil unidades/ano, porém estima poder chegar até 5 mil/ano no mercado colombiano.

Com exceção do bloco do Mercosul, os Corolla vendidos em países latino-americanos eram importados dos Estados Unidos.

COMMENTS