Anac aprova regulamento para utilização de drones

Elaboração de texto levou em conta nível de complexidade e de risco envolvido nas operações e nos tipos de equipamentos

TAM lança aplicativo de realidade aumentada para Android e iPhone
Unidade de manutenção da TAM quer crescer 20% ao ano até 2016
Anac quer por fim na reserva de assentos preferenciais na 1ª fileira de aeronaves

drones-regulamenta

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou no dia 2/5 um regulamento especial para utilização de aeronaves não tripuladas, os chamados drones.

Para elaborar o texto, foi levado em conta o nível de complexidade e de risco envolvido nas operações e nos tipos de equipamentos.

Conforme o texto, os drones com mais de 250g só poderão voar em áreas distantes de terceiros (no mínimo 30m horizontais), sob total responsabilidade do piloto operador e conforme regras de utilização do espaço aéreo do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

Caso exista uma barreira de proteção entre o equipamento e as pessoas, a distância especificada não precisa ser observada. Já para voar com drones com mais de 250g perto de pessoas, é necessário que elas concordem previamente com a operação, ou seja, a pessoa precisa saber e concordar com o voo daquele equipamento nas proximidades onde se encontra.

O cadastro dos drones (aeromodelos ou RPA Classe 3) com peso máximo de decolagem superior a 250g é obrigatório e deve ser feito pelo Sistema de Aeronaves Não Tripuladas (Sisant), da Anac, pela internet.

COMMENTS