Boeing apresenta jato 787-10

Nova aeronave conta com 68,2 metros de comprimento e capacidade média para 330 passageiros

American Airlines quer investir US$ 4,1 bilhões em novas aeronaves
Embraer inicia fabricação do protótipo do jato executivo Legacy 450
Mercado de aviação comercial ensaia retomada em 2012

boeing-787

A Boeing apresentou na sexta-feira (17/2) o novo jato 787-10. Terceiro e último modelo programado da família Dreamliner, que já voa nas versões 787-8 e 787-9, é também o maior da série, com 68,2 metros de comprimento e capacidade média para 330 passageiros.

Considerado o substituto do 777-200ER, o 787-10  tem como concorrente direto o Airbus A350-900. De acordo com a tabela de preços da Boeing, o novo jato comercial é avaliado em US$ 306 milhões.

O 787-10 tem autonomia de voo de 11.910 km, e a velocidade máxima é 945 km/h. Segundo a fabricante, a aeronave pode ser até 25% mais eficiente em consumo de combustível, comparado a modelos de capacidades semelhantes da geração anterior.

O novo avião deve voar ainda neste ano, porém a estreia comercial está prevista para 2018. As empresas contempladas serão a Singapore e a United.

COMMENTS