Porto de Paranaguá (PR) adquire novo scanner de cargas

Processo com novo equipamento triplica a segurança aduaneira nas fiscalizações, e a operação dura menos de um minuto

Estado de SP pode contar com lei de incentivo à renovação da frota de caminhões
“Caminhão mais potente do mundo” realiza transporte especial de equipamento de energia eólica
Samsung testa “caminhão transparente” na Argentina

paranagua-raiox-caminhao

Um novo scanner de cargas já está operando no cais do Porto de Paranaguá (PR). O equipamento, que é fruto de um investimento de R$ 15,7 milhões, funciona como uma máquina de raio-X que faz a varredura completa nos contêineres que passam pelo porto paranaense.

Segundo dados da Receita Federal, o processo triplica a segurança aduaneira nas fiscalizações, e a operação dura menos de um minuto.

As imagens obtidas são enviadas diretamente para o sistema da Receita Federal, que cruza, em tempo real, a imagem captada com os dados descritos na nota fiscal. O scanner também é capaz de detectar qualquer tipo de substância ilícita ou contrabandeada, como produtos químicos e armas.

“Com a nova fiscalização, vamos liberar os contêineres com total segurança e em menos tempo, barateando a logística dos clientes que operam por Paranaguá”, afirma o diretor-presidente da Appa (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina), Luiz Henrique Dividino.

COMMENTS