DAF lança no Brasil motor 510 cv para caminhão extrapesado

DAF lança no Brasil motor 510 cv para caminhão extrapesado

Primeiras unidades do XF105 com o novo propulsor de 12,9 litros já estão sendo fabricadas em Ponta Grossa (PR)

Programa Caminhão 100% constata que 37% de 2 mil caminhões avaliados apresentam problemas nos freios
Iveco entrega lote de 51 caminhões Tector para os Correios
Agrale destaca modelos 10000 e 14000 na 19ª Fenatran

daf

A montadora DAF, subsidiária da Paccar, está lançando para o mercado brasileiro um novo motor para o caminhão extrapesado XF105. O propulsor Paccar MX375 de 12,9 litros, com potência de 510 cv soma-se às duas versões disponíveis, de 410 cv e 460 cv, e também é oferecido nas configurações 6×2 e 6×4.

“O modelo estreia no mercado brasileiro com índice de nacionalização que o classifica para a linha de crédito do BNDES FINAME, uma opção aos planos de financiamento oferecidos pela DAF, em parceria com os maiores bancos comerciais do Brasil”, comenta Jorge Medina, Diretor de Vendas e Marketing da DAF Brasil.

Desenvolvido no Centro Técnico DAF, em Eindhoven, na Holanda, o motor trabalha com seis cilindros em linha, que geram uma potência de 510 cv, com torque máximo de 2.500 Nm, entre 1050 e 1410 rpm. O lançamento contém ferro fundido vermicular (CGI) no bloco e no cabeçote, o que, segundo a empresa, agrega 200% mais resistência à fadiga térmica e 75% a mais de força do que o ferro tradicional. A utilização do CGI também permite que o motor seja mais silencioso.

“Os resultados das avaliações do MX375 foram surpreendentes. Seu maior torque e potência se adaptaram perfeitamente às diversas condições geográficas do Brasil, em diferentes combinações de eixo e carga. Mais uma vez, unimos esforços dos times de engenharia da Holanda e Brasil, incluindo nossos fornecedores, com êxito total”, acrescenta o Diretor de Desenvolvimento de Produto da DAF Caminhões Brasil, Felix Hendriks.

As primeiras unidades do caminhão com o MX375 já estão sendo montadas em Ponta Grossa (PR), e a rede de concessionárias já recebe pedidos.

COMMENTS