Michelin fecha 2013 com mais de 23% de crescimento na categoria de caminhões e ônibus

Michelin fecha 2013 com mais de 23% de crescimento na categoria de caminhões e ônibus

Fabricante de pneus bate recorde ao alcançar marca de um milhão de pneus do segmento vendidos no Brasil em um único ano; para 2014, companhia quer expandir mercado com X Multi D, novidade exclusiva para o eixo trativo

Uma breve história dos caminhões
Iveco vende 27 Hi-Way para o Paraná
Volkswagen abre loja de caminhões seminovos

michelin-pneu-novoA fabricante de pneus Michelin termina 2013 com mais de 23% de crescimento nas vendas da categoria de caminhões e ônibus, tanto para o mercado de primeiro equipamento quanto o de reposição. No caso do mercado de reposição, a empresa bateu o recorde de um milhão de pneus vendidos no País em um único ano.

Feliciano Almeida, diretor de Marketing e Vendas de pneus de ônibus e caminhão da Michelin para América do Sul, destaca os investimentos realizados na fábrica de Campo Grande (RJ) como um dos alavancadores deste crescimento.

“Até o fim de 2014, ampliaremos em 30% a capacidade de produção da unidade industrial de Campo Grande no Rio de Janeiro. Além deste aumento, várias outras ferramentas têm nos ajudado a atender às demandas de mercado. Entre elas, a capacidade de inovação constante, com investimentos crescentes em pesquisa e desenvolvimento”, explica.

Para 2014

Para o ano que vem, a Michelin estipulou como meta crescer em pelo menos 10% as vendas de pneus de ônibus e caminhão em um mercado de reposição, que tende a ficar estável no próximo ano.

Como parte integrante desta estratégia de crescimento, nos próximos cinco anos, serão renovados 85% da oferta de produtos nos segmentos rodoviário, urbano e misto no transporte de carga e passageiros da empresa.

“Complementando a nossa gama para o transporte de carga rodoviário, lançamos este mês o Michelin X Multi D, um pneu exclusivo para o eixo trativo, que oferece maior rendimento quilométrico, além de mais economia, força, segurança e conforto para o transportador”, adianta Isabella Ferraz, gerente de Marketing de pneus de ônibus e caminhão da Michelin.

COMMENTS