Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) completa 35 anos

Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) completa 35 anos

Uma das mais modernas do País, rodovia recebe atualmente cerca de 490 mil veículos por dia

Polícia Federal apura acidente no aeroporto de Congonhas (SP)
Obras na Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) seguem com interdição de pista e acostamento
AutoBAn inicia obras da 5ª faixa na Rodovia dos Bandeirantes, em Jundiaí (SP)

bandeirantes

A Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) completa neste mês de outubro 35 anos. Na época da inauguração, a rodovia, que demorou 26 meses para ser construída, inovou ao adotar o conceito de autoestrada, com três faixas de rolamento e geometria que privilegia o tráfego de longa distância.

Construída como uma alternativa rápida à Via Anhanguera, até então a única ligação duplicada entre Campinas e São Paulo, a Rodovia dos Bandeirantes auxiliou muito no denvolvimento econômico das regiões de Campinas e Jundiaí, que se transformaram, no decorrer das últimas décadas, em importantes pólos de tecnologia, pesquisa e educação no Estado de São Paulo. A autestrada também é responsável pelo escoamento da produção do interior ao porto de Santos e ao aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Nos últimos quinze anos, a rodovia é administrada pela concessionária CCR AutoBAn, dentro do programa de Concessões de Rodovias do Estado de São Paulo. Com investimentos de R$ 160 milhões, a concessionária trabalha atualmente na implantação da quinta faixa entre os quilômetros 14 e 47.

A SP-348 recebe cerca de 490 mil veículos por dia. A quinta faixa da Rodovia dos Bandeirantes deve beneficiar aproximadamente 3,5 milhões de habitantes das cidades das regiões metropolitanas de São Paulo e Campinas, além de moradores do município de Jundiaí e das cidades vizinhas. A previsão de término da obra é abril de 2014.

COMMENTS