Honda terá nova fábrica em Itirapina (SP)

Empreendimento terá capacidade para produzir 120 mil carros por ano e empregará aproximadamente dois mil funcionários; cerca de R$ 1 bilhão será investido na planta

Região Norte lidera em participação de consórcios nas vendas de automóveis e caminhões
Nissan terá fábrica de motores no Complexo Industrial de Resende (RJ) ainda em 2014
Anfavea revisa projeção anual pela segunda vez e prevê queda de 20,6% na venda de veículos

Civic-honda-9geracao

A montadora Honda construirá uma nova fábrica de automóveis na cidade de Itirapina, no interior do Estado de São Paulo. A nova planta terá capacidade para produzir 120 mil carros por ano e empregará aproximadamente dois mil funcionários. O início das operações da nova planta está programado para 2015. Será investido aproximadamente R$ 1 bilhão no empreendimento.

A Investe São Paulo, agência de promoção de investimentos vinculada à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia auxilia a Honda, desde julho de 2012, apoiando a empresa em todos seus campos de atuação: localização de área, informações setoriais, assessoria tributária, ambiental e de infraestrutura.

“Sendo o quarto maior mercado de automóveis do mundo, o Brasil é uma região muito importante para as operações da Honda. Com a expansão da capacidade, o nosso objetivo é ganhar competitividade e oferecer produtos cada vez mais atrativos, que excedam as expectativas dos consumidores brasileiros”, diz o presidente da Honda South America e da Honda Automóveis do Brasil, Masahiro Takedagawa.

Na nova fábrica de Itirapina, que conta com uma área de 5,8 milhões de m², deverá ser produzido um veículo compacto, da categoria do Honda Fit, considerando a forte demanda de modelos neste segmento.

“Foi um projeto difícil, mas trazer a segunda fábrica da Honda para São Paulo mostra que estamos no caminho certo. O município de Itirapina viverá um grande desenvolvimento nos próximos anos. Levar um projeto desta envergadura para uma cidade de 15 mil habitantes, com IPRS 5 (Índice Paulista de Responsabilidade Social), que é o mais baixo, nos dá muito orgulho”, destaca o presidente da Investe São Paulo, Luciano Almeida.

COMMENTS