Projeto de Lei quer prisão para motorista alcoolizado

Proposta do deputado Roberto de Lucena do PV de São Paulo, quer colocar na cadeia motoristas que se recusam a fazer o teste do bafômetro

Agentes de trânsito poderão usar aparelho para identificar consumo de droga
Comissão da Câmara rejeita bafômetro como equipamento obrigatório nos veículos
Veículos de frota poderão ter bafômetro no sistema de partida

Um Projeto de Lei do deputado federal Roberto de Lucena, do PV paulista, propõe a prisão em flagrante do motorista que, em caso de embriaguez evidente, se recusar a fazer o exame do bafômetro. Segundo o texto do PL 3068/2011, a prisão seria feita mediante depoimento de duas testemunhas que confirmem a embriaguez evidente.

“Uma quantidade significativa de acidentes de trânsito que resultam em vítimas fatais é causada por motoristas que dirigem sob efeito de bebidas alcoólicas. É comum, pois, vermos na Imprensa casos em que famílias inteiras são mortas por motoristas que demonstram estar completamente alcoolizados”, diz o parlamentar.

Roberto de Lucena argumenta que, se aprovado, o projeto de lei pode acabar com a prática comum entre os responsáveis por acidentes que é a recusa do teste do bafômetro ou exame de sangue, uma forma de escapar de punições mais rigorosas.

COMMENTS