Audiência discute sobre investimentos nas rodovias federais da região amazônica

Debate proposto por membros da Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional acontece nesta terça-feira (14/6)

DNIT construirá dois pequenos portos no AM
Estudo da Antaq analisa movimentação no transporte fluvial da Amazônia
Acre investirá R$ 13,5 milhões no Polo Logístico de Rio Branco

A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional promovem nesta terça-feira (14/6) uma audiência pública para discutir os investimentos nas rodovias federais da região amazônica.

O debate foi proposto pelos deputados Marinha Raupp (PMDB-RO), Raul Lima (PP-RR) e Gladson Cameli (PP-AC).

“Para evitar o aumento de acidentes envolvendo caminhões de cargas, há a necessidade emergencial de se agilizar a construção da terceira faixa nas lombadas e curvas acentuadas, assim como a construção de acostamento adequado para saídas emergenciais nos pontos críticos da BR-364, bem como a duplicação do primeiro trecho, compreendido entre os municípios rondonienses de Pimenta Bueno e Ariquemes e, em segunda fase, do trecho entre as cidades de Cuiabá/MT e Porto Velho/RO.”, diz Marinha Raupp, deputada do PMDB-RO que, juntamente com Raul Lima (PP-RR) e Gladson Cameli (PP-AC), propôs o debate.

Raupp lembra que foi na BR-364 que um acidente matou o ex-deputado Eduardo Valverde (RO).
Já Raul Lima comenta sobre o fechamento noturno da rodovia internacional BR-174, à altura da reserva indígena Waimiri Atroari, na divisa entre os Estados do Amazonas e de Roraima. “O fechamento tem causado graves danos à economia da região e sérios transtornos às pessoas que se veem obrigadas a circular naquela estrada”, diz ele.

Foram convidados para a audiência o secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio Oliveira Passos; o inspetor da Polícia Rodoviária Federal Alexandre Caldas Morin; o procurador de Justiça, Marcelo de Sá Mendes;  e o coronel Paulo Sergio Amaral Augusto, da 5ª Sub-Chefia do Exército.

COMMENTS