Comissão rejeita projeto que facilita registro de transportadoras

Projeto de Decreto Legislativo 2828/10, dispensa a necessidade de empresas interessadas em obter o RNTRC de indicar o transporte de cargas como principal atividade

Dirigir fumando poderá ser considerado infração de trânsito grave
Projeto estuda cadastro de motoristas alcoolizados e agrava pena para a infração
Comissão da Câmara aprova ônibus 24 horas

rntrc-2013

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados rejeitou na quarta-feira (14/8) o Projeto de Decreto Legislativo 2828/10, que dispensa a necessidade de empresas interessadas em obter o RNTRC (Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas) de ter o transporte de cargas como principal atividade.

O texto de autoria do deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) contraria o dispositivo da Resolução 3056/09, da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que atualmente impõe esse requisito. O projeto seguirá para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, será votado em Plenário.

O relator, deputado Mauro Lopes (PMDB-MG), defendeu a rejeição da matéria. Para ele, as exigências são essenciais para a melhor organização e eficiência do setor de transporte de cargas.

“Os indicadores de qualidade certamente não atingiriam os melhores níveis se não houvesse comprometimento total e integral das empresas nessa atividade”, afirmou. “Assim, empresas que realizam secundariamente o serviço de transporte de cargas podem reduzir os níveis de eficiência do setor”, ressaltou o parlamentar.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

COMMENTS