Porto de Paranaguá (PR) movimenta 2,1 milhões de toneladas de açúcar e cresce 23%

Unidade paranaense anuncia estimativa de 3,5 milhões de toneladas de açúcar exportadas até o fim do ano. Quebra da produção indiana foi um dos fatores que impulsionaram o crescimento das exportações

Ministério das Relações Exteriores busca acordo bilateral com a Argentina para evitar cobrança do seguro Carta Verde
Volkswagen do Brasil registra aumento de 63% nas exportações
Exportações do agronegócio brasileiro alcançam US$ 6,77 bi em dezembro de 2014

O Porto de Paranaguá (PR) já movimentou 2,1 milhões de toneladas de açúcar neste ano, o que resultou em um aumento de 23% em relação ao período do ano passado. A estimativa anual das operações na unidade portuária é de 3,5 milhões de toneladas de açúcar exportadas.

A movimentação intensiva da commodity nos portos paranaenses é reflexo da quebra da produção indiana, fator que impulsionou a procura pelo açúcar produzido no Brasil. “Hoje a Índia é um dos maiores importadores do açúcar que sai por Paranaguá. Neste ano, 22% das nossas exportações foram para lá e 23% para a Rússia. Nosso porto é bastante flexível e estamos usando mais berços para atender a esta demanda”, explica Mário Lobo Filho, superintendente dos Portos do Paraná.

Tendo em vista o aumento do consumo do produto por outros países, dentre eles a China, o forte ritmo de compra de açúcar deve permanecer até o fim de 2010. “Para 2011, pelo que tudo indica, este crescimento nas exportações deve continuar e aumentar anualmente. Mesmo normalizando a safra indiana, teremos grande demanda”, aponta o gerente comercial da Companhia Brasileira de Logística, Helder Sergi Catarino. “A estrutura operacional que o Porto de Paranaguá dispõe hoje é capaz de atender a um volume de exportação de açúcar de até 4,5 milhões de toneladas. Isso significa que estamos aptos a atender esta atual demanda e temos espaço para crescer ainda mais”, ressalta o executivo.

Por: Victor José – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS