ANTT autoriza reajuste de 2,134% para passagens de ônibus

Tarifa de viagens interestaduais e internacionais de longa distância sofrerão mudanças a partir de 1º de julho

ANTT regulamenta pagamento de frete aos autônomos
ANTT apresenta planilha que simula custo do frete
ANTT divulga esclarecimentos sobre registro provisório no RNTRC

Por meio da Resolução 3.538, publicada no Diário Oficial da União, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) liberou o reajuste de 2,134% para passagens de ônibus interestaduais e internacionais de longa distância. A mudança de tarifa deve valer a partir de 1º de julho. Confira os coeficientes tarifários na tabela a seguir:

O percentual é calculado por meio da formula paramétrica. Para chegar ao preço da passagem é necessário multiplicar a distância da linha percorrida pelo valor inscrito na tabela. Também é válido o tipo de pavimento e o tipo de serviço (convencional, executivo, semi-leito ou leito). Feito o cálculo deve-se adicionar a tarifa de embarque específica do terminal, o ICMS estadual incidente sobre a tarifa e, quando houver, o rateio do pedágio por passageiro.

O percentual de custo dos itens participantes na fórmula de reajuste são os seguintes: combustível, 23,12%; lubrificantes, 0,26%; material de rodagem (pneu, eixo etc.), 3,173%; pessoal, 36,952%; peças e acessórios, 3,813%; veículos e outros ativos, 28,971%; despesas gerais, 3,711%.

O reajuste é realizado de acordo com índices de inflação setoriais fornecidos pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), ANP (Agência Nacional de Petróleo) e IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A alteração não se aplicará a serviços rodoviários interestaduais e internacionais semiurbanos de passageiros (até 75 km).

Por: Victor José – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS