Banco Mercedes-Benz cresce 29% e bate recorde em abril

Em um único mês, volume de capital liberado para financiamentos chega a R$ 320,7 milhões. Fomento do banco possibilitou a compra de mais de 2 mil caminhões da marca Mercedes

Volvo contrata funcionários e aumenta produção de caminhões em Curitiba (PR)
Rodobens fecha primeiro semestre com saldo positivo no volume de negócios
ANTT determina procedimentos para viabilizar isenção da cobrança de eixo suspenso de caminhões

O Banco Mercedes-Benz bateu recorde de financiamentos no mês de abril. Foram negociados R$ 320,7 milhões, o maior volume de capital já liberado em um único mês. O resultado superou abril de 2009 em 29%, quando foram liberados R$ 249 milhões. No total, 2.772 veículos foram financiados pelo Banco Mercedes-Benz, sendo 2.029 zero-quilômetro da própria montadora.

Em 2009, o Banco Mercedes realizou 11.140 operações de crédito, e acredita superar o número em 2010: “O mercado de veículos comerciais está bastante aquecido este ano”, afirma Marcos Jatobá, gerente Nacional de Vendas do Banco Mercedes-Benz. “As taxas PSI oferecidas pelo BNDES hoje têm despertado o interesse de nossos clientes, tanto no transporte de cargas quanto no de passageiros, para ampliar ou renovar suas frotas. Comparando a taxa subsidiada pelo governo, no Finame PSI, com demais taxas, os clientes têm visto as vantagens e tem despertado o envio das propostas pelas empresas”, comenta.

Dos R$ 320,7 milhões aprovados no mês de abril, o Finame foi o produto mais participativo, com 88% das operações. O segundo lugar ficou com o CDC (Crédito Direto ao Consumidor), com 7%, seguido pelo Leasing, com 5%. No período, o CDC apresentou o maior crescimento: 99%; já o Leasing teve queda de 73%. “Neste momento de incentivos para a modalidade Finame, o Leasing se torna um produto menos atrativo”, explica Jatobá.

Por: Victor José – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS