Guarulhos (SP) e USP criam banco de dados sobre acidentes de trânsito

Iniciativa visa a medir os impactos socioeconômicos relacionados aos acidentes de trânsito na cidade e auxiliar a Prefeitura em ações de prevenção

Cargolift controla acidentes com programa de direção segura e responsável
Simulação de acidente com carga perigosa na SP-332 mobiliza polícia e equipe da Rota das Bandeiras
Acidentes envolvendo atropelamento de pedestres nas rodovias paulistas concedidas cai 23,6%

O Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV/USP) vai auxiliar na organização de um banco de dados qualificado que medirá os impactos socioeconômicos relacionados a acidentes de trânsito ocorridos em Guarulhos, a segunda maior cidade do Estado de São Paulo, com 1,3 milhão de habitantes. Nesta semana, o prefeito da cidade, Sebastião Almeida, assinou um termo de cooperação técnico-científica com a instituição. “Precisamos reduzir o número de acidentes e de óbitos com um trabalho preventivo”, afirmou o prefeito.

O coordenador do NEV/USP, Sérgio Adorno, ressaltou que Guarulhos é um dos primeiros centros urbanos do país a desenvolver uma iniciativa desse tipo. “Para nós, é um grande privilégio acertar essa parceria. Aliada à possibilidade de colocarmos nossos pesquisadores para elaborar um banco de informações sobre o tema e de transferirmos conhecimento para formarmos profissionais capacitados a entender esses dados, esperamos transformar esse levantamento em políticas públicas”, afirmou.

De acordo com Sérgio Adorno, a Organização Mundial da Saúde (OMS) elencou a prevenção a acidentes de trânsito como seu principal foco de atuação a partir de 2011, indo até 2020. “Dessa forma, Guarulhos sai na frente de outras cidades, podendo inclusive vir a exportar essa experiência para outros locais. Daí a importância do termo que acabamos de assinar, que esperamos seja o começo de outras ações que contribuam para a população dispor de uma melhor qualidade de vida.”

COMMENTS