AmstedMaxion comemora 1.500 reformas em vagões ferroviários

A AmstedMaxion, com unidades industriais nos municípios paulistas de Hortolândia e Cruzeiro, acaba de superar a marca de 1.500 vagões ferroviários de carga reformados, recuperados ou transformados em suas oficinas, ou nos próprios clientes, dentro e fora do Brasil

Trem chega em 2012 a Água Boa, diz Valec
Governo e VLI planejam ampliar investimentos no Tocantins
Governo quer prorrogar concessão ferroviária da MRS

maxion-reforma

A AmstedMaxion, com unidades industriais nos municípios paulistas de Hortolândia e Cruzeiro, acaba de superar a marca de 1.500 vagões ferroviários de carga reformados, recuperados ou transformados em suas oficinas, ou nos próprios clientes, dentro e fora do Brasil.

Esses serviços, que vêm sendo realizados desde 2006, acentuaram-se a partir de 2008 e devem se manter aquecidos nos próximos anos com o aumento da demanda pelo transporte ferroviário de carga em todo o País.

Praticamente, todas as operadoras de carga ferroviária – ALL, FCA, MRS, Vale – e empresas de leasing, utilizam-se desses serviços prestados pela AmstedMaxion, em especial, revisão geral, rebitolagem e transformação de vagões fechados para all door, hopper ou telescópio. No Exterior, a empresa executa serviços de manutenção corretiva e revisão geral de vagões para operadoras ferroviárias da Argentina, Chile, Colômbia, Venezuela e Gabão.

Líder na fabricação de vagões ferroviários de carga no País, a AmstedMaxion oferecerá brevemente serviços de recondicionamento  de componentes, entre eles, aparelhos de choque e tração, truques e rodeiros e também venda de kits para transformação de vagões.

Assessoria de Imprensa

COMMENTS