Governo prorroga isenção de IPI para caminhões e implementos rodoviários

Decisão passa a valer em 1º de abril e tem duração de três meses. Medida atende a pleito de empresários e entidades representativas de caminhoneiros em todo o País e serve para ajudar a desafogar o setor, que foi duramente atingido pela crise mundial

Natura implanta projeto de transporte sustentável em quatro cidades
Vendas de implementos para segmento pesado cresce 23,8% em 2013, segundo Anfir
Scania comemora bons resultados no Brasil

O governo federal decidiu, por meio de um Decreto Lei publicado na semana passada, prorrogar a isenção do IPI (Imposto sobre Produtos Industriais) para os caminhões e isentou também os implementos rodoviários do tributo, ajudando a minorar os efeitos da crise mundial no setor de transporte rodoviário de cargas, sentidos por empresas, autônomos e empregados em todo o Brasil.

A medida passa a valer em 1º de abril e terá duração de três meses. Diferentes representantes do setor esperam que a isenção ajude a levantar as vendas de veículos de carga e implementos, castigadas pelos péssimos resultados dos últimos seis meses.

“Esta iniciativa do governo federal mostra que nossos dirigentes estão atentos aos problemas internos de nosso País. Qualquer ação que ajude a diminuir o impacto da crise sobre os caminhoneiros e todo o setor de transporte de cargas é válida e nós aplaudimos”, comenta o presidente da UNICAM (União Nacional dos Caminhoneiros), José Araújo “China” da Silva.

COMMENTS