SP sustenta liderança de embarques

De acordo com os dados do ministério, apenas quatro estados embarcaram menos mercadorias no ano passado: Sergipe (-23,8%), Rio Grande do Norte (queda de 9,5%), Paraíba (-4,7%) e Roraima (-3,7%)

Governo do Estado termina as obras de recuperação do aeroporto de Ibaiti
Esade lança curso de Tecnólogo em Logística (RS)
Diário Oficial traz publicado decreto do governo que altera cobrança de IPI

Quinze estados brasileiros tiveram, em 2008, crescimento de exportações superior à média nacional de 21,8%, segundo levantamento divulgado na sexta-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

De acordo com os dados do ministério, apenas quatro estados embarcaram menos mercadorias no ano passado: Sergipe (-23,8%), Rio Grande do Norte (queda de 9,5%), Paraíba (-4,7%) e Roraima (-3,7%). Os demais fecharam com desempenho acima da média brasileira. Esta expansão ocorreu em Minas Gerais (alta de 31,6%), Rio de Janeiro (+29,2%), Espírito Santo (+45,2%) Paraná (+22%), Maranhão (+28,7%), Alagoas (+30,6%), Piauí (+138,9%), Pará (+33,2%), Rondônia (+25,8%), Tocantins (+89,8%), Amapá (+48,7%), Mato Grosso (+50,5%), Goiás (+27%), Mato Grosso do Sul (+59,6%) e Distrito Federal (+100,9%).

São Paulo, com vendas 10,2% maiores, manteve o posto de principal estado exportador em 2008. Com os US$ 57,7 bilhões que gerou em divisas, respondeu por 29,15% das vendas externas brasileiras.

São Paulo também foi o estado que mais compras fez no mercado internacional em 2008: US$ 66,3 bilhões ou 38,3% do total. O estudo do MDIC indica que a Região Sudeste adquiriu 38,7% mais mercadorias estrangeiras em 2008 e o Sul, 51,4%. A Região Nordeste importou 31,9% mais e o Centro-Oeste, 55,5%. No Norte, a expansão foi de 48,25%.

COMMENTS