Gaudenzi diz que obras no Aeroporto de Guarulhos precisam ficar prontas até metade de 2009

Depois de participar de audiência pública na Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara dos Deputados, Gaudenzi disse que ainda há “uma folga” para operação do maior aeroporto do país, mas que o fim das obras, iniciadas no ano passado, não pode se estender

Receita do Portocel sobe apesar da crise
Alitalia anuncia redução dos vôos
GOL faz acordo com alemã Condor Airlines

As obras de reforma da pista principal do aeroporto de Guarulhos (SP) devem ficar prontas até a metade do próximo ano para evitar que o terminal pare de operar. A afirmação foi feita ontem (25) pelo presidente da Empresa Brasileira de Infra- Estrutura Aeroportuária (Infraero), Sérgio Gaudenzi.

Depois de participar de audiência pública na Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara dos Deputados, Gaudenzi disse que ainda há  “uma folga” para operação do maior aeroporto do país, mas que o fim das obras, iniciadas no ano passado, não pode se estender.

“Guarulhos, neste momento, não corre risco de parar. É um caso que dá para resolver”, disse o presidente da Infraero em relação à reforma. “Queria ter isso antes do meio do ano porque é uma segurança que temos para não parar”, completou Gaudenzi.

O presidente da Infraero disse ainda que, dos aeroportos do país em reformas, o do estado do Amapá é o que tem a situação mais “complicada”.  De acordo ele, a Infraero terá que ir à Justiça para suspender a licitação vencida pela responsável pelas obras, já que o consórcio vencedor da disputa não está conseguindo realizá-las.

Sobre os aeroportos de Vitória (ES) e Goiânia (GO) Gaudenzi afirmou que os problemas relacionados com as reformas estão sendo contornados.(Ivan Richard-Repórter da Agência Brasil)

Link para a matéria

COMMENTS