Iveco faz aposta bilionária no Brasil e vai fabricar caminhões a gás

Iveco faz aposta bilionária no Brasil e vai fabricar caminhões a gás

Montadora anunciou ciclo de investimentos de R$ 1 bilhão para os próximos três anos no Brasil e na América Latina

Volvo super tecnológico vai transportar grãos com mais eficiência
Plantão Covid-19 – episódio 22 – Mercedes-Benz ajuda a produzir respiradores
Scania leva alegria a 46 cidades brasileiras na Caravana de Natal

A Iveco está em movimento e não vai parar. Isso pode ser visto pelos últimos resultados da empresa no mercado brasileiro de veículos comerciais. No ano passado, a marca emplacou 70% mais veículos do que em 2020, quando já havia registrado um crescimento de 30% em sua produção.

Diante deste cenário e com apetite pelo mercado brasileiro e de todo continente, a Iveco está prestes a completar 25 anos desde sua última investida por aqui e acredita fortemente que este é um mercado viável, que continuará trazendo bons resultados.

Um bilhão em investimentos

Prova disso é o anúncio que acaba de ser feito pelo presidente da empresa, Márcio Querichelli: um novo ciclo de investimentos que vai até 2025 e que inclui um aporte total de R$ 1 bilhão, ou cerca de 200 mil dólares. “Este dinheiro sai dos próprios recursos a Iveco América Latina, nós que pagamos a conta. Estamos investindo, principalmente, nas operações do Brasil e da Argentina e esses investimentos conjuntos farão grande efeito localmente, como, por exemplo, no desenvolvimento dos novos caminhões com motorização Euro 6 Proconve 8”, explicou o executivo.

Além do investimento em produtos e desenvolvimento de tecnologias, a Iveco também vai fazer aportes em suas grandes fábricas de Sete Lagoas (MG) no Brasil e também na Argentina. O dinheiro também será usado para treinamentos, desenvolvimento dos negócios de vendas de peças e no pós-venda e desenvolvimento da rede de concessionárias.

“Deu para perceber que a Iveco realmente não para. Teremos muitas novidades em 2022 e tenho certeza que nosso crescimento sustentável ganhará mais fôlego. Continuaremos avançando no mercado de transportes”, diz Querichelli.

E para fazer frente ao crescimento da produção e à alta das vendas, a fábrica da Iveco em Sete Lagoas (MG) está trabalhando no limite, com três turnos de produção e grande movimentação da linha. Tudo para conseguir entregar os pedidos dos clientes. “A produção está muito forte e temos a meta de chegar a uma participação de mercado de 10% este ano. Nossas vendas, nossos resultados e projeções apontam para isso. A única dificuldade que pode atrapalhar a chega a este número é a logística global por causa da pandemia, com a falta de componentes eletrônicos e outros insumos”, finaliza o presidente da Iveco em entrevista coletiva.

Caminhões pesados a gás em breve

No anúncio dos novos investimentos, o presidente da Iveco aproveitou para dar uma notícia para o transporte de cargas brasileiro: a marca tem planos e está trabalhando para fabricar no Brasil seus caminhões pesados movidos a gás natural, um projeto chamado Brasil Natural Power que vai viabilizar a oferta de veículos com tecnologia de combustível alternativo.

A Iveco ainda não revelou detalhes sobre este projeto, nem disse quais serão os modelos de caminhão ou motores a gás disponíveis, mas prometeu novos detalhes para breve. Nós vamos acompanhar de perto!

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

Clique aqui para assistir a vídeos sobre transporte todos os dias na TV Transporta Brasil

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS