Caminhoneiros poderão ter até 40 pontos na CNH

Caminhoneiros poderão ter até 40 pontos na CNH

Código de trânsito brasileiro teve mudanças. Alterações no regime de pontuações entram em vigor assim que forem sancionadas pela Presidência da República

Volvo anuncia retorno à produção na próxima segunda-feira
Foton avança e inaugura concessionária no MS
Daimler e Volvo se juntam para produzir células de combustível

As regras para a Carteira Nacional de Habilitação mudaram. O Projeto de Lei que altera o Código de Trânsito Brasileiro foi aprovado pela Câmara e pelo Senado e agora vai para a sanção do Presidente da República, que é o próprio autor e propositor das mudanças.

Veja o que realmente mudou

Na prática, o que muda para caminhoneiros e demais motoristas profissionais é que o limite de pontos no prontuário para a cassação da CNH passa de 20 para 40 pontos. Além disso, o projeto aumenta a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para 10 anos e vincula a suspensão do direito de dirigir por pontos à gravidade da infração.

De acordo com o texto, a CNH terá validade de 10 anos para condutores com até 50 anos de idade. O prazo atual, de 5 anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos. Quanto à renovação a cada 3 anos, atualmente exigida para aqueles com 65 anos ou mais, passará a valer apenas para os motoristas com 70 anos de idade ou mais.

Reciclagem

Se o condutor remunerado quiser participar de curso preventivo de reciclagem ao atingir, em 12 meses, 30 pontos, toda a pontuação será zerada. Atualmente, essa possibilidade existe apenas para aqueles com carteiras do tipo C, D ou E caso tenham acumulados 14 pontos.

Clique aqui para conhecer nosso conteúdo no Facebook

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS