Tráfego de caminhões passa por triagem na chegada ao Porto de Santos (SP)

Tráfego de caminhões passa por triagem na chegada ao Porto de Santos (SP)

Incêndio de grandes proporções que atinge tanques da Ultracargo desde a última quinta-feira (2/4) dificulta trânsito local e escoamento na região portuária

Sascar apresenta novidades em Feira do Caminhoneiro de Rondonópolis (MT)
MAN Latin America entrega caminhão para transporte de materiais recicláveis no RJ
CCR disponibiliza avaliação gratuita de caminhões em posto localizado na Via Dutra

incendio-santos-aerea

O gabinete de gestão de crise criado para combater o incêndio que atinge tanques da Ultracargo, em Santos (SP), desde a última quinta-feira (2/4), decidiu impedir a chegada de veículos de carga que vêm do Planalto em direção à Margem Direita do Porto. A restrição começou a vigorar nesta segunda-feira (6/4). A ideia é evitar que a entrada da cidade fique bloqueada por caminhões.

A operação envolve a Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo), a Artesp (Agência dos Transportes do Estado de São Paulo), a concessionária Ecovias, a Polícia Rodoviária e também a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos).
O bloqueio vai vigorar até que o incêndio seja totalmente controlado pelo Corpo de Bombeiros.

“Essa medida preventiva envolve dois pontos de controle, dois pontos de filtragem dos veículos. Um deles no km 40 da Anchieta, aonde todos os caminhões serão parados pela Polícia Militar para a verificação do seu destino. Aqueles caminhões que se dirigem à margem esquerda do Porto, Guarujá, seguem normalmente e os caminhões que vão para a margem direita, via Alemoa, serão encaminhados para um bolsão”, explicou o diretor da Artesp, Giovanni Pengue Filho.

O segundo ponto é na Rodovia dos Imigrantes, também no km 40, onde os caminhões serão direcionados para o bolsão. Os motoristas encaminhados para o bolsão de estacionamento deverão aguardar liberação do acesso ao Porto através do Viaduto Alemoa.

Os veículos de passeio e veículos leves estão liberados para descer a Serra do Mar sem problemas. Além disso, para garantir a fluidez de tráfego, a circulação de ônibus no Sistema Anchieta/Imigrantes não será afetada. A interligação estará fechada para veículos de passeio, que terão como alternativa o Rodoanel.

Segundo o Governo do Estado de São Paulo, a região próxima ao incêndio está segura e as rodovias vizinhas não correm risco.

COMMENTS