Rolls-Royce inaugura centro de treinamento marítimo em Niterói (RJ)

Local será utilizado por clientes que operam navios de apoio offshore e atuam na exploração de óleo e gás em águas profundas na costa do Brasil

Volvo inaugura novo Centro de Distribuição de peças no Paraná
Jamef abre nova estrutura na Bahia
Ponte de 2,8 km é inaugurada em trecho da BR-101, em Laguna (SC)

rolls-royce-treinamento

A Rolls-Royce inaugurou nesta terça-feira (11/3), em Niterói (RJ), seu primeiro centro de treinamento marítimo no Brasil. A estrutura será utilizada por clientes que operam navios de apoio offshore e atuam na exploração de óleo e gás em águas profundas na costa brasileira. A companhia investiu cerca de R$ 8,4 milhões na unidade.

O centro oferecerá programas de treinamento para cerca de 750 profissionais por ano. Os primeiros cursos serão direcionados a operações de guincho e de posicionamento dinâmico, que utiliza tecnologia por satélite para controlar o sistema de propulsão da embarcação e mantê-la na posição correta mesmo em condições adversas do mar.

“Proporcionar treinamento aos clientes no Brasil é fundamental para que possam maximizar o valor e o potencial completo dos equipamentos e sistemas de bordo de navios de alta complexidade que oferecemos”, afirmou Francisco Itzaina, presidente da Rolls-Royce na América do Sul.

Os conceitos de treinamento, materiais do curso e equipamentos têm como base os mesmos oferecidos no Centro de Treinamento da Rolls-Royce na Europa, localizado em Ålesund, na Noruega. Os cursos e simuladores foram desenvolvidos em cooperação com o Centro de Simulação Offshore, também na Noruega, e representam o que há de mais moderno em tecnologia de simulação.

“Conseguir um ótimo desempenho dos mais recentes sistemas de posicionamento dinâmico e maquinário de convés requer horas de treinamento prático, e fazê-lo em um centro de treinamento seguro e eficaz garante que os membros da tripulação estejam mais bem equipados para enfrentar os desafios reais quando estiverem no mar, muitas vezes em condições adversas. Estamos muito contentes por poder oferecer essa facilidade para nossos clientes em toda a região”, acrescentou Paulo Rolim, diretor geral da Divisão Marítima da Rolls-Royce Brasil.

COMMENTS