Elog aprimora logística para atender setor farmacêutico

Novidades contemplam nova tecnologia de monitoramento de temperatura e umidade e a inauguração de mais um espaço para armazenar e manusear cargas refrigeradas

Elog assume cadeia logística da Einhell
Mais ágil que concorrentes, Elog é premiada por eficiência em transporte pela Infraero
Porto Seco de Uruguaiana (RS) bate novo recorde de movimentação

elog-porto-seco

A empresa Elog acaba de implementar mudanças em suas unidades que atendem os produtos do setor farmacêutico. As modificações contemplam uma nova tecnologia de monitoramento de temperatura e umidade e a inauguração de mais um espaço para armazenar e manusear cargas que precisam de refrigeração.

O chamado sistema Saveris realizará o controle e registro de todos os valores de umidade e temperatura de produtos e ambientes sem interrupção.

Quando houver alteração da temperatura programada ou queda de energia, será realizada uma ação automática de contingência, por meio de e-mail, mensagem no celular e sinal sonoro aos responsáveis.

Além disso, em breve, será instalado um CAF (Central de Atendimento Farmacêutico) na unidade Barueri, de onde será possível monitorar pelo sistema Saveris toda a situação das áreas de armazéns e câmaras frias da Elog. Ainda, conforme a necessidade dos clientes, relatórios poderão ser emitidos de imediato via sistema.

“Por meio do Saveris, os clientes terão a certeza de que os dados emitidos pela Elog são confiáveis e ricos em detalhes, o que pode contribuir para o controle de qualidade interno de cada um deles”, explica o farmacêutico corporativo da Elog, Fábio Koleski.

Outra novidade é que acaba de ser inaugurada a décima câmara fria do CLIA São Paulo, que está localizado no bairro da Mooca, zona leste da capital paulista. Ao todo, foram investidos mais de R$ 310 mil na área nova, que será destinada à armazenagem de produtos farmacêuticos. Com temperatura controlada entre 15º e 25º, em um espaço de 2.820 m³, a câmara atende às exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, e será auditada periodicamente por uma farmacêutica responsável.

COMMENTS