Duplicação do Contorno de Pelotas (RS) entra em fase de terraplenagem

Prazo de término das obras é de 2 anos no valor total de R$ 430,65 milhões para os 24 quilômetros de extensão

PRF cria disque-denúncia para inibir roubo de cargas na Régis Bittencourt
BR-116 e BR-040 terão postos de parada para caminhoneiros
Rodovia em Mato Grosso tem diesel mais caro do Brasil

As obras de duplicação do trecho de 24 quilômetros da rodovia BR-116 ligando o município de Rio Grande e Pelotas, e o contorno da cidade (BR-116/392-RS), entra em fase de terraplanagem e mantém o prazo de conclusão para dois anos.

O trecho em obrasé dividido em lote 1 A e lote 1 B. As obras no lote 1 A somam 11,01 quilômetros de extensão, orçados em R$ 218,18 milhões. As obras nos 12,68 quilômetros do lote 1 B estão avaliadas em R$ 212,47 milhões.

A BR-116/392-RS passa por áreas urbanizadas de Pelotas, e é utilizada para acessar diversos bairros. Por isso, está prevista no projeto a construção de 11 viadutos, para que não haja conflitos entre o tráfego interno dos bairros e o de longa distância.

COMMENTS