Prefeitura de SP afrouxa restrições e libera o VUC

Prefeitura de SP afrouxa restrições e libera o VUC

Secretário de Transportes Marcelo Branco anunciou na sexta-feira aos transportadores o adiamento das multas para 5 de março e a redução de três horas diárias na proibição da Marginal Tietê e adjacências. Liberação do VUC foi confirmada

Porto Alegre (RS) estuda proibição de caminhões pesados no Centro
Brett Bissel é o novo vice-presidente da CEVA Logistics na América Latina
Veículos de produtos perigosos necessitam passar por aferição do cronotacógrafo até 31 de agosto

Os VUCs (Veículos Urbanos de Carga), com até 6,3 metros de comprimento, ficarão de fora das restrições

A Prefeitura de São Paulo decidiu abrandar as restrições aos caminhões na cidade. Nesta sexta-feira, o secretário de Transportes, Marcelo Branco, em reunião com representantes do setor de transportes, anunciou o adiamento do início das multas na Marginal Tietê e a redução dos horários de restrições nas vias anunciadas.

O presidente do SETCESP, Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região, Francisco Pelucio, participou da reunião e anunciou as novidades, que incluem o início da fiscalização no dia 5 de março e a redução de três horas diárias nas proibições. “A restrição pela manhã será das 5h às 9h e, à tarde, das 17h às 22h, de segunda a sexta. Eles diminuíram duas horas de manhã e uma hora à tarde e anunciaram a liberação do VUC das restrições, também a partir do dia 5 de março. Mas nós não estamos satisfeitos. Não se pode fazer restrições ao caminhão na Marginal Tietê sem que se tenha o Rodoanel pronto”, disse Pelucio.

O representante das empresas paulistanas de transporte de cargas disse que a entidade continua com diálogo aberto com a Prefeitura para que o impacto das restrições não inviabilize as operações das transportadoras.

COMMENTS