Kia Motors anuncia aumento médio de 8,41% devido ao novo IPI

Montadora reajustou os preços de todos os modelos que comercializa no País

Metro-Shacman recebe habilitação definitiva do Programa Inovar-Auto
Projeto prevê isenção de IPI em motocicletas adquiridos por motoboys e mototaxistas
Receita não pode cobrar IPI de carga roubada

A Kia Motor do Brasil reajustou os preços ao consumidor de seus dez modelos atualmente comercializados no Brasil em 8,41%, em média. O reajuste foi feito por conta do decreto que aumenta o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos veículos automotores com índice de nacionalização ou localização regional de 65%.

O menor repasse foi o do caminhão leve Bongo, cabine simples. o reajuste médio foi de 4,02% nas sete versões, incluindo a fabricada em Montevidéu, no Uruguai.

O Picanto, lançado em agosto deste ano, teve seus preços médios aumentados em 12,46%. O Soul, que recentemente foi remodelado e  equipado com transmissão de seis marchas, sofreu reajuste de 7,59%. O sedã Cerdo, 10,15%.

As duas versões da station wagon Carens receberam repasse médio de 9,92%. A van Carnival, também em suas duas versões, ficaram com 7,23% de elevação nos preços. As três versões do sedã de luxo Cadenza tiveram aumento médio de 9,94%.

Os SUVs Sportage e Sorento foram os veículos de passeio que tiveram as menores taxas de repasse. As seis versões do primeiro tiveram aumento de médio de 6,57%, enquanto o segundo, em suas sete versões, de 8,46%. O Mohave, SUV de grande porte, teve repasse médio  de 10,9% em suas três versões de motorização.

COMMENTS