Estudo da IBPR aponta que brasileiro pagou R$ 1,85 trilhão de impostos nos últimos dez anos

Pesquisa prévia realizada pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário também aponta que carga tributária de 2010 atingiu 35,04% do PIB

Arrecadação de impostos chega a R$ 700 bilhões e bate novo recorde
Impostômetro chegou a R$ 300 bilhões
Multas para caminhões são as que mais crescem em São Paulo

Conforme estudo prévio realizado pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), a carga tributária do País cresceu no ano passado, atingindo 35,04% do PIB (Produto Interno Bruto). Tal acúmulo representa um avanço nominal de arrecadação de R$ 195,05 bilhões em relação a 2009 (17,80%).

Além disso, a pesquisa revela que a carga tributária em relação ao PIB teve um crescimento de 5% nos últimos dez anos, passando de 30,03% no ano de 2000 para 35,04% em 2010.

A arrecadação federal apresentou aumento nominal de R$ 137,13 bilhões (18,05%), enquanto a arrecadação dos Estados foi de R$ 50,77 bilhões (17,51%) e os tributos municipais avançaram 14,27%, em termos nominais (R$ 7,14 bilhões). A carga tributária per capita do período cresceu 17,45%, também nominal.

“Nos últimos dez anos, os governos retiraram da sociedade brasileira R$ 1,85 trilhão a mais do que a riqueza gerada no País”, comenta o presidente do IBPT, João Eloi Olenike.

“O agravante é que esses recursos não foram aplicados adequadamente, no sentido de proporcionar serviços públicos de qualidade à população. Todos nós precisamos cobrar da administração pública uma redução imediata da carga tributária, com a diminuição das alíquotas dos principais tributos, medidas que venham a ‘desafogar’ os cidadãos brasileiros, que estão no seu limite de capacidade de pagamento de tributos”, conclui.

COMMENTS