Setor portuário do Sul do País ganha terminal privativo

O Porto Itapoá, inaugurado em dezembro do ano passado, atuará na costa brasileira intensificando o transporte no mercado do Mercosul e no âmbito regional

Transportadora Rodoeng completa 35 anos de atividade
Nova ponte sobre o rio Araquá, em Águas de São Pedro (SP), deve ficar pronta em 80 dias
Petrobras vai construir terminal portuário no Espírito Santo

O Sul do Brasil ganhou no mês de dezembro o Porto Itapoá, um terminal privativo que tem como acionistas a Portinvest Participações (Grupo Battistella e LOGZ Logística Brasil S.A.) e a Aliança Navegação e Logística (Grupo Hamburg Süd). A unidade fomentará as atividades do modal no Sul, permitindo intensificar o atendimento tanto do transporte de longo curso quanto da cabotagem. Ao todo, foram investidos R$ 475 milhões no empreendimento.

O terminal está localizado na parte continental da Baía da Babitonga, na divisa entre os Estados de Santa Catarina e Paraná. Sua estrutura compreende uma ponte de acesso de 230 metros, um cais de 630 metros de extensão, pátio com área de 136 mil m², 9 mil m² de edificações administrativas e de apoio. Devido à profundidade natural de 16 metros, o terminal é  adequado para receber navios de grande porte (com capacidade para 9 mil TEUs), funcionando como um hub-port, ou seja, um porto concentrador de cargas. A obra conta com as certificações ISO 9000 (Qualidade), ISO 14000 (Meio Ambiente) e OHSAS 18000 (Segurança e Saúde).

O Porto tem capacidade para movimentar 350 mil contêineres/ano. Após a segunda fase de construção que ocorrerá nos próximos anos, o terminal terá sua capacidade extendiada para 600 mil contêineres/ano.

“A concretização deste sonho foi graças ao espírito empreendedor dos acionistas e investidores, à dedicação de centenas de profissionais e ao apoio da sociedade e dos governos municipal, estadual e federal, que abraçaram o projeto, antevendo as possibilidades de desenvolvimento para a região e para o País”, afirma o presidente do Conselho de Administração, Hildo Battistella.

COMMENTS