TGA Logística cria rota de 72 horas para o Paraguai em parceria com a La Asuncena

Nova Rota 72 horas Brasil-Paraguai garante agilidade e suporte nas entregas e marca parceria entre a TGA Logística e a La Asuncena

Santos Brasil atinge crescimento de 30% no porto santista
FM Logistics assume operações do Carrefour em Minas Gerais
Receita do Grupo ID Logistics cresce 13,2% no 1º trimestre de 2013

As empresas TGA Logística, La Asuncena e AC Group se uniram e criaram a Rota 72Horas Brasil-Paraguai,  com o intuito de conquistar espaço no setor de transporte e logística nos dois países. As operações da rota São Paulo, Brasil – Assunção, Paraguai já tiveram início e espera-se um retorno sobre o investimento de, no mínimo, 30%. O diferencial dessa parceria é o transit time de 72 horas, pelo sistema de MIC-DTA (Manifesto Internacional de Carga Rodoviária/Declaração de Trânsito Aduaneiro).

Além do transit de 72 horas na rota, a união dessas empresas se destaca também por efetuar a operação door to door em Assunção, oferecer cobertura de seguros all risks e atendimento na origem, na fronteira e no destino.

“Esta é uma rota normalmente operada em 96 horas, no mínimo”, afirma Nilson Santos, diretor de operações da TGA. “Portanto, traremos ao mercado mais agilidade, desde o desembaraço da carga na origem, passando pelo tempo de trânsito pelas diversas aduanas, até o destino”, explica.

Segundo Carlos Gonzalez, presidente da La Asuncena, a parceria com a TGA se dá pela necessidade da operadora de parceria com uma empresa de logística brasileira que tenha credibilidade. “Encontramos na competente TGA o interesse ideal para essa parceria”, afirma. “Para a região Sul do Brasil, estabelecemos com a TGA outro projeto de representação para as rotas da Argentina e Chile, usando como ‘hub’ o nosso terminal de Porto Alegre, também para cargas consolidadas”, finaliza.

Para mais informações sobre as empresas acesse:

www.tgalogistica.com.br

www.laasuncena.com.br

www.acgroupworldwide.com

Por Nayra Brighi – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS